quarta-feira, 17 de maio de 2017

Brasília - a capital do Brasil

Brasília - A Capital do Brasil

Brasília


>>Introdução

Hey people!!!!


I'm back com uma viagem bem diferente das que eu costumo postar. Eu fui para Brasília no começo do mês de maio não só para passear, mas para participar de uma corrida MUITO LEGAL: Wings for Life World Run

Quem me acompanha nas redes sociais (instagram: @maquiadoraviajante - ainda não me segue??? Corre lá!!!) sabe que eu adoro correr, então porque não juntar esses 2 vícios (corrida e viagem)? E foi o que eu fiz! Fui para essa corrida com uma amiga de SP, também corredora e autora do blog Na batida Perfeita (que fala sobre corrida, inclusive ela fez um post bem legal sobre essa corrida) para correr do Catcher Car. Mas como assim?? Essa corrida é diferente... Eu sei que o blog é de viagem e calma, contarei minhas aventuras em Brasília, mas vale uma pausa para explicar a corrida!

O que é a Wings for Life?

Wings for Life é uma instituição de caridade que tem a missão de pesquisar a cura para a lesão da medula espinhal.

Como a prova acontece?

A prova acontece ao mesmo tempo, nos locais selecionados, com largadas simultâneas!  Os participantes largam no horário estipulado no seu país e correm sem linha de chegada. E aí que entra o diferencial da prova: os participantes só terminarão a prova quando o Catcher Car alcançá-los.

Mas como sabemos que a corrida acaba?

Para garantir que a corrida termine, os Catcher Cars aumentam a velocidade a cada 30 minutos. Eles iniciam com uma velocidade de 15km e vão aumentando até atingir a velocidade máxima de 35km (isso lá bem pro final).

Espero que tenha valido a pausa nas viagens para explicação de como foi a corrida... É claro que também passeamos porque não somos de ferro... 
Essa foi a segunda vez que fui a Brasília, a primeira foi em 2010, e falarei dos lugares que visitei nessa viagem também, assim o post fica mais completinho, ok? Minha amiga do blog também postou um vídeo no youtube. Se quiser assistir, clique aqui

So.... Let's get it started! 

>>Sobre o lugar

Brasília é a capital federal do Brasil e a sede do governo do Distrito Federal. A capital está localizada na região Centro-Oeste do país, ao longo da região geográfica conhecida como Planalto Central. Segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2016, sua população era de 2.977.216 habitantes (4.284.676 em sua área metropolitana), sendo, então, a terceira cidade mais populosa do país. Brasília é também a quinta concentração urbana mais populosa do Brasil. A capital brasileira é a maior cidade do mundo construída no século XX.

A cidade possui o maior produto interno bruto per capita em relação às capitais (69.216,80 reais), o quarto maior entre as principais cidades da América Latina e cerca de três vezes maior que a renda média brasileira. Como capital nacional, Brasília abriga a sede dos três Poderes da República (Executivo, Legislativo e Judiciário) e 127 embaixadas estrangeiras. A política de planejamento da cidade, como a localização de prédios residenciais em grandes áreas urbanas, a construção da cidade através de enormes avenidas e a sua divisão em setores, tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX. O projeto da cidade a divide em blocos numerados, além de setores para atividades pré-determinadas, como o Setor Hoteleiro, Bancário ou de Embaixadas.

O plano urbanístico da capital, conhecido como "Plano Piloto", foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, adequou-o ao projeto do lago Paranoá, concebido em 1893 pela Missão Cruls. A cidade começou a ser planejada e desenvolvida em 1956 por Lúcio Costa e pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculos estruturais do engenheiro Joaquim Cardoso. Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek, Brasília tornou-se formalmente a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. Vista de cima, a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião, porém foi projetada em formato de borboleta. A cidade, comumente referida como "Capital Federal" ou "BSB", é considerada um Patrimônio Mundial pela UNESCO, devido ao seu conjunto arquitetônico e urbanístico e possui a maior área tombada do mundo, com 112,5 quilômetros quadrados.
Fonte: Wikipedia

>>Checklist

  • Moeda: Reais (BRL)
  • Idioma: Português (Brasil)
  • Fuso horário: UTC/GMC -3

>>Como cheguei? Onde fiquei?


>Aéreo

Eu comprei o aéreo na época que eu comprei a corrida, em janeiro desse ano (2017), então paguei bem barato na passagem: R$253,00 já com as taxas pela Avianca

Meu voo saiu daqui na sexta-feira dia 05/07/17 às 18:20 do Galeão com destino à Brasília. Cheguei lá por volta das 20:10. A Carol já tinha me contado que tem um ônibus executivo que passa no setor hoteleiro. O ônibus custou R$12 e me deixou na porta do Hotel, fazendo ainda um tour por Brasília, mas que foi bem rápido, acho que por causa do horário. Nosso hotel foi o Manhattan Plaza, no setor hoteleiro Norte (vou falar do hotel no tópico abaixo).

>Hotel

Como eu disse acima, ficamos hospedadas no Manhattan Plaza, no setor hoteleiro Norte. Quem bookou o hotel foi minha amiga Carol e foi tipo "se fui pobre não me lembro". A princípio, seríamos 3, por isso bookamos um quarto triplo. Saiu R$185/pessoa para 2 dias (já com as taxas - achávamos que ia ser R$167 e chegando lá descobrimos que não estavam incluídas as taxas). 








O hotel é lindo e super bem localizado. Fizemos praticamente tudo a pé!


>>Restaurantes e Bares

Não fomos a muitos lugares porque não deu tempo, mas vou listá-los aqui:

>Shopping Conjunto Nacional

No dia que chegamos, fomos jantar nesse shopping que é o mais próximo do hotel (o Brasília Shopping também fica walking distance do hotel, mas acabamos indo nesse por ser mais perto). 

Eu comi no Mc Donald's porque eu não resisto... sexta-feira a promoção é do Quarteirão com queijo e ele sai por R$8. A Carol comeu no Camarão & Cia, mas tem muitas opções de lugares. 

Almoçamos no Pontão do Lago Sul. É complexo à beira do Lago Paranoá com vários restaurantes. Escolhemos o Sallva Bar & Ristorante. O restaurante é uma graça! E a comida deliciosa. Só não é muito barato, mas como não estávamos com fome ainda, pedimos uma entrada e um prato e dividimos (as fotos dos pratos estão abaixo). De entrada pedimos bolinho de arroz com geleia de pimenta e de prato principal pedimos o hamburguer. A conta deu mais ou menos R$150 para nós 2. 




>Santé 13

À noite fomos no Santé 13. Um restaurante de comida contemporânea delicioso, que eu acabei comendo massa pois no dia seguinte seria a corrida (gosto de comer carboidrato no dia anterior às corridas). Comi um nhoque ao gorgonzola com alho poró delicioso! Infelizmente não tirei fotos... =/


No domingo, após a corrida, almoçamos no Madero após a corrida. Combinamos com os meus amigos de BSB e fomos! Pedi um sanduíche com pink lemonade (yeiiiiiiiii - quem já leu meus posts sabe como eu amo!!!). A conta deu por volta de R$50. 

Finalizamos no Gibão, mas não para comer e sim para tomar uma cerveja. Porque nós estávmos merecendo muuuuito! (to aprendendo ainda a mexer na GoPro ok???)


>>Onde ir?

Dessa vez, não fui a muitos lugares pois meu tempo era bem curto, porém quando fui em 2010, fiquei 4 dias e conheci muita coisa! Meu primo de Vila Velha ainda morava lá e passeamos à beça!

>Catedral Metropolitana

Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida, mais conhecida como Catedral de Brasília, é a catedral católica que serve a Brasília, Brasil, e é a sede da Arquidiocese de Brasília. Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, com cálculo estrutural do engenheiro Joaquim Cardoso, foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília. Sua pedra fundamental foi lançada em 12 de setembro de 1958. Teve sua estrutura pronta em 1960, onde apareciam somente a área circular de setenta metros de diâmetro, da qual se elevam dezesseis colunas de concreto (pilares de secção parabólica) num formato hiperboloide, que pesam noventa toneladas. Foi concluída e dedicada em 31 de maio de 1970. A catedral é uma estrutura hiperboloide construída a partir de 16 colunas de concreto, pesando 90 toneladas cada. Seus vitrais são de autoria da artista plástica Marianne Peretti.



A largada da corrida também foi lá! 


Quando fui em 2010, consegui passear com mais calma. Como disse acima, fiquei 4 dias. Nessa época meu primo de Vila Velha ainda morava lá.




>Congresso Nacional

O Congresso Nacional é o órgão constitucional que exerce, no âmbito federal, as funções do poder legislativo, quais sejam, elaborar/aprovar leis e fiscalizar o Estado brasileiro (suas duas funções típicas), bem como administrar e julgar (funções atípicas). O Congresso é bicameral, logo composto por duas Casas: o Senado Federal e a Câmara dos Deputados. O sistema bicameral foi adotado em razão da forma de Estado instalada no País (federado), buscando equilibrar o peso político das unidades federativas.


Nas 2 vezes que estive em Brasília, eu visitei o Congresso Nacional (somente por fora, nunca fiz a visita guiada). 

>Ponte JK - 3ª ponte

Eleita em 2003 como a ponte mais bonita do mundo pela Sociedade de Engenharia do Estado da Pennsylvania, nos Estados Unidos, a Ponte Juscelino Kubitschek é um exemplo de arrojo arquitetônico que faz jus ao espírito de mudança que foi o marco da construção de Brasília (obra do arquiteto Alexandre Chan).



>Palácio da Alvorada

Residência Oficial do Presidente da República.
Suas colunas são o símbolo da cidade, utilizado em seu brasão. Projeto de Oscar Niemayer inaugurado em 30/6/1958. Primeiro prédio de alvenaria de Brasília. À frente do Palácio existem duas esculturas: “As Laras”, de Ceschiatti, e “O Rio dos Ritmos”, de Maria Martins. Ao lado, uma capela com fachada de Athos Bulcão.

>Palácio Itamaraty

Sede do Ministério das Relações Exteriores.

Obra prima contemporânea, foi desenhado por Lúcio Costa e finalizado por Oscar Niemeyer. Os arcos imponentes na fachada foram responsáveis pelo primeiro nome: Palácio dos Arcos. O interior do prédio é cercado de esculturas de artistas como Bruno Giorgi, Maria Martins e a do austríaco Franz Weissmann. Em um dos pavimentos estão expostas obras de Cândido Portinari e do artista japonês Manabu Mabe. Em frente ao palácio temos a escultura Meteoro, esculpida em mármore.


>Praça dos três Poderes

Na praça encontra-se a escultura Os Guerreiros, de Bruno Giorgi, considerado um símbolo de Brasília. Em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal, a escultura A Justiça é de autoria de Alfredo Ceschiatti. Há ainda a Pira da Pátria, e o Marco Brasília, idealizados por Niemeyer, o último em homenagem ao ato da Unesco que considerou a cidade Patrimônio Cultural da Humanidade.


>Lago Paranoá

Dentre tantos atrativos que Brasília possui o Lago Paranoá é um dos mais importantes para seus habitantes e também turistas que visitam a cidade, o lago é que ajuda a refrescar os dias quentes do ano e também oferece diversas opções de lazer. Frequentado por diversas pessoas de todo o país o lago já possui a 3ª maior frota de embarcações do país e cresce cada dia mais.


>Museu Nacional

O espaço é utilizado para exposições itinerantes de artistas renomados e temas importantes para a sociedade, palestras, mostra de filmes, seminários e eventos importantes. Dessa forma, contribui para a educação democrática por meio da cultura e ativa o turismo.





>Torre de Televisão

Pojetada por Oscar Niemayer, foi inaugurada em 31/5/1970. Possui 40 metros de altura com 16 arcos de concreto armado circundados por um espelho d’água. A cruz metálica de 12 m de altura no topo foi benzida pelo Papa Paulo VI. Na entrada, os quatro evangelistas em bronze, medindo 3 metros de altura. O interior é banhado por luz natural filtado pelos vitrais coloridos de Marianne Peretti.


Dessa última vez, não deu tempo de ir, porém da primeira vez que eu fui eu subi na Torre. Tem uma vista lindíssima da cidade e uma feirinha irresistível embaixo.




>Memorial JK

Projetada por Oscar Niemayer, foi inaugurada em 31/5/1970. Possui 40 metros de altura com 16 arcos de concreto armado circundados por um espelho d’água. A cruz metálica de 12 m de altura no topo foi benzida pelo Papa Paulo VI. Na entrada, os quatro evangelistas em bronze, medindo 3 metros de altura. O interior é banhado por luz natural filtado pelos vitrais coloridos de Marianne Peretti.



>Palácio do Planalto

Lugar de trabalho do Presidente da República
Inaugurado em 21/4/1960, abriga a sede do Poder Executivo. No primeiro andar estão as salas nobres de audiências e salões de banquetes; no segundo fica o gabinete do Presidente da República; e no terceiro, os gabinetes Civil e Militar. Seu acesso é feito pela famosa rampa. Apresenta troca de guarda a cada 2 horas e todas as sextas-feiras às 17h30, realiza-se a cerimônia de arriamento da bandeira com a presença de bandas e Dragões da Independência.


>Estádio Nacional (Mané Garrincha)

O estádio é apenas uma dentre as diversas estruturas que compõem o Complexo Poliesportivo Ayrton Senna, que engloba também o Ginásio de Esportes Nilson Nelson e o Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet dentre outros. Inaugurado em 1974, o estádio possuía capacidade total para 45.200 pessoas. Após a reforma de 2010-2013, sua capacidade foi aumentada para 71.400 pessoas.

Esse eu não tive a oportunidade de conhecer! =/

>Supremo Tribunal Federal

O projeto é de Oscar Niemeyer. Suas colunas externas seguem o mesmo modelo criado para os palácios do Planalto e do Alvorada. Prédio moderno, o Supremo possui obras de arte distribuídas por seus espaços e um museu com um plenário da antiga sede do Rio de Janeiro, além de moveis, togas e objetos pessoais de ex-ministros. Em exposição permanente, há a historia das leis e de todas as Constituições do país.



>Palácio da Justiça

Sede do Ministério Público.



O Pontão do Lago Sul é um dos lugares para quem busca diversão e tranquilidade em Brasília. Considerado o maior centro de entretenimento e lazer da capital o Pontão do Lago Sul conta com ótima estrutura, bares, restaurantes além de uma bela visão para o Lago Paranoá.


>Ermida Dom Bosco

Construída no ponto exato da passagem do paralelo 15, um dos marcos da localização sonhada por Dom Bosco. Tombado pelo patrimônio histórico do DF, o monumento triangular fica as márgens do Lago Paranoá e permite uma bela visão da cidade, inclusive do pôr do sol.



>Parque da Cidade


Maior até que o Central Park em Nova Iorque.
Em seus 420 hectares, abriga diversos tipos de entretenimento para o seu público, como quadras de Vôlei, Futebol, Basquete, pista de cooper para corrida e caminhadas, parque de diversões, quiosques, grandes estacionamentos, lago além de um pavilhão coberto para feiras e exposições, considerado o 3° maior do Brasil. O local é bastante amplo e arejado devido a grande diversidade de árvores e ao lago que está presente com diversas espécies de animais.


>>Finalizando

Bom people, essa foi a primeira viagem que eu fiz para correr e aproveitei para resgatar muitas lembranças da que eu fiz em 2010. Espero muito que tenham gostado and... see you soon! 

Quer me acompanhar ao vivo? Me segue no instagram @maquiadoraviajante


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Vancouver - Canadá

Vancouver - Canadá


>>Introdução

Hey people!!

Mais uma viagem desenterrada do baú: Vancouver! Viajei em 2010 para fazer um curso de inglês e aproveitei para conhecer a cidade, que definitivamente eu amei! Fiquei apenas 20 dias, mas se dependesse de mim, teria ficado um ano! 
Fiquei muito na dúvida quando fui, se iria para Toronto ou para Vancouver, e a moça da International Schools (lugar onde fiz o intercâmbio) me convenceu a ir para Vancouver e foi a minha sorte porque fui em fevereiro e tava muito frio em Toronto (passei 5 dias em Toronto na volta). Peguei -35ºC em Toronto.... PENSE!!!!! Aliás, não pense porque congela! 

>>Sobre o lugar

Vancouver é uma cidade litorânea localizada na Lower Mainland da Colúmbia Britânica, no Canadá. O nome da cidade vem do capitão britânico George Vancouver, que explorou a área na década de 1790. O nome Vancouver origina-se do Holandês "van Coevorden" denotando alguém de Coevorden, uma cidade dos Países Baixos. 

Vancouver é a maior área metropolitana no Oeste do Canadá e ocupa a posição de terceira maior do país e de oitava maior cidade propriamente dita.

Vancouver tem sido classificada como "a cidade mais habitável" no mundo há mais de uma década, de acordo com avaliações de revistas de negócios. Ele recebeu muitos congressos e eventos internacionais, incluíndo os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010 e os Jogos Paralímpicos de Inverno de 2010 (em Vancouver e nas proximidades de Whistler, uma comunidade a 125km ao norte de Vancouver). 
Fonte: Wikipedia

>>Checklist

  • Moeda: Dólar Canadense (CAD)
  • Idioma: Inglês/Francês
  • Fuso horário: UTC/GMC -7

>>Como cheguei? Onde fiquei?


>Aéreo/Terrestre



Como eu "resolvi" ir na época das Olimpíadas de Inverno (óbvio que não foi de propósito), não consegui nenhum voo "barato". Tem muitos voos para o Canada com escala nos EUA, que geralmente são mais baratos, porém é necessário o visto americano, mesmo que para escala. Outra opção é a Air Canada, que foi a minha opção, que vai direto para Toronto. 

Hoje em dia a Air Canada tem voo saindo do Rio de Janeiro, mas quando eu fui só tinha saindo de Guarulhos, então peguei um voo Rio - Guarulhos (45min), depois Guarulhos - Toronto (13h), e por último Toronto - Vancouver (6h). No total, contando os tempos de conexão, fiquei quase 24 horas viajando! 

>Se locomovendo em Vancouver


Se locomover em Vancouver é muito fácil. São 2 linhas de metrô: Milennium line (amarela) e Expo line (azul), além da linha que vem do aeroporto. Fora isso, tem vários ônibus que são bem fáceis e que te levam para toda a cidade, com horário certo. 




>Visto

Quando eu fui para Vancouver, também não era possível tirar o visto no Rio de Janeiro, somente em SP, hoje em dia isso mudou. Eu não precisei de visto por ser cidadã europeia. Preenchi somente um papel e voilá! 

Eles tem o visto só de trânsito (para conexões no Canadá) que se não me engano é gratuito e vale 48h, sendo possível sair do aeroporto e o visto de turismo (além de outros tipos). 

>Acomodação

Quando cheguei em Vancouver, peguei o metrô que na época foi 7CAD e depois peguei a linha convencional para chegar em casa. Como fui fazer intercâmbio, fiquei em casa de família, das Filipinas. Os hábitos são completamente diferentes dos nossos, como por exemplo, o café da manhã tinha arroz, frango e alface. Ela também preparava meu almoço (um sanduíche) para eu levar para escola. Sempre deixava um cookie para mim porque sabia que eu gostava. 

Em compensação, eu não podia tomar mais de 1 banho por dia... é sério... no primeiro dia eu tomei 2 banhos e ela me "alertou" isso, no segundo dia eu tomei banho de manhã e quando eu cheguei à noite, o banheiro estava trancado... Fui perguntar a ela e ela me respondeu que eu já havia tomado banho de manhã...


>>Restaurantes e Bares

Além deu não me lembrar (óbvio) os restaurantes que eu comi em Vancouver, eu não comi muito fora, pois meu almoço era feito pela dona da casa (um sanduíche - eu almoçava no curso de inglês), e somente à noite eu saía para comer alguma coisa, quando saía (como eu acordava e saía muito cedo para a aula - 6h00 - eu as vezes ia para casa pq estava muito cansada. Estava noite fechada ainda quando eu saía).

Um lugar que me marcou muito foi uma Universidade de Culinária (eu acho - mas marcou mesmo viu?!) que sexta-feira tinha comida brasileira... Eu já não aguentava mais comer sanduíche (oi?) e paguei quase 25CAD em um prato de arroz e feijão.  

Vou deixar aqui embaixo um link de um site bem legal que eu achei com 22 opções de restaurantes em Vancouver, ok? Alías, quem já tiver ido em algum deles, me conta?? 


>>Onde ir?


A Capilano Suspension Bridge é uma ponte de suspensão simples que cruza o Rio de Capilano no distrito de North Vancouver, Columbia Britânica, Canadá. A ponte atual é 140 metros (460 ft) de extensão e 70 metros (230 ft) acima do rio. É parte de uma instalação privada com uma taxa de admissão, e atrai mais de 800.000 visitantes por ano.


Um dos lugares mais legais que eu fui. Confesso que tive que matar um dia de aula à tarde para ir, pois eles fechavam as 16:00 no inverno. 


O parque é enorme e fiquei muito mas muito tempo passeando lá dentro. 


Como muitos sabem, eu morro de medo de altura, pricipalmente em pontes molengas... Essa ponte não é muito molenga, mas é muito alta!


No final, tem uma lojinha de lembranças com um urso que é lindo! <3




O Granville Island Public Market se caracteriza um mercado dos fazendeiros, os vendedores do dia, e os artistas que oferecem bens locais de Vancouver. Existem 50 varejistas permanentes e mais de cem dias vendedores em barracas em todo o mercado, vendendo uma variedade de artesanatos e alimentos.


É uma graça, mas se não tiver tempo de ir, não fique tão chateado!


Grouse Mountain é uma das montanhas da costa norte da Pacific Range em North Vancouver, Columbia Britânica, Canadá. Excedendo 1.200 m (4.000 pés) de altitude no seu pico, é o local de uma área de esqui, que no inverno tem vista para a Grande Vancouver, com quatro teleféricos. No Verão, o Grouse Mountain apresenta espectáculos de lenhador, uma demonstração de vida selvagem de aves de rapina, um teleférico panorâmico e uma trilha de 2,9 km conhecida como Grouse Grind, bem como passeios de helicóptero. As operações durante todo o ano incluem um teatro de 100 lugares no topo da montanha e um refúgio de vida selvagem. O acesso público ao topo da montanha é feito por um teleférico, ou a trilha de caminhada Grouse Grind (aberto para caminhadas maio-outubro).


Lembro-me desse dia como se fosse hoje... foi a primeira vez na vida que vi neve, vocês podem imaginar como eu fiquei? 


Conheci uns brasileiros na subida para a montanha e alugamos um patins lá. Foi bem barato, apesar de não me lembrar quanto foi. 


Foi muuuuuuuuito divertido! Passei o dia inteiro lá! 


O Harbour Centre é um arranha-céu, o terceiro mais alto da cidade de Vancouver. A sua cúpula chega a uma altura de cerca de 150m e pode-se chegar lá através de elevadores panorâmicos envidraçados. Conhecido também como Vancouver Lookout, foi inaugurado em agosto de 1977 pelo astronauta Neil Armstrong. Uma foto dele e a marca de seu pé provam a sua presença.


A vista é linda, 360º! Super vale a pena.... Saí um dia do curso às 15h00 e fui... Não é necessário muito tempo.


Pra quem interessar, tem um restaurante no alto da torre! 


A Galeria de Arte de Vancouver ou Vancouver Art Gallery (VAG) é a quinta maior galeria de arte do Canadá e a maior do Canadá Oeste. A sua coleção permanentemente inclui cerva de 9100 itens, incluíndo mais de 200 trabalhos por Emily Carr, o Grupo dos Sete e ilustrações de Marc Chagall. 


Claro que eu não entrei né?! Quem já leu meu blog sabe que eu não sou nem um pouco fã de museu, ainda mais com o tempo contado e sem a minha mãe (esse detalhe é importante). Massssss... já que eu passei na porta, porque não tirar uma foto né (ou 2)?! rsrsrs



O aquário de Vancouver (oficialmente Vancouver Aquarium Marine Science Centre) é um aquário público situado no Stanley Park em Vancouver, Columbia Britânica, Canadá. Além de ser uma importante atração turística para Vancouver, o aquário é um centro de pesquisa marinha, conservação e reabilitação de animais marinhos.


Fiquei sério uma tarde inteira passeando no Aquário. Achei muito legal! Já começa legal porque ele fica dentro do Stanley Park, que é lindo.... 


Depois de entrar, é muito legal também! Tem muita coisa bacana pra ver! Tem baleia, tubarão, peixe.... Foi o primeiro aquário que eu tenho lembrança de ter ido na vida, então dá um desconto, ok?









O Parque de Stanley ou, no original em inglês, Stanley Park é um parque urbano de 404,9 hectares em Vancouver, Colúmbia Britânica, Canadá. É o maior parque urbano no Canadá e maior na América do Norte.

O parque atrai cerca de oito milhões de visitantes cada ano, incluindo locais e turistas, que vem em seus próprios lugares. Uma muralha marítima de 8.8 km rodeia o parque, que é usado 2.5 milhões de pedestres, ciclistas e patinadores em linha cada ano.


Muito do parque permanece florestado com cerca de milhão de árvores que podem ter até 76 metros e centenas de anos de vida. Há cerca de 200 km de estradas e caminhos no parque, que são patrulhados pelo Departamento Policial de Vancouver.

O Projeto para os Espaços Públicos declaram o Stanley Park como 16º melhor mundo e o 6º melhor da América do Norte.


Então.... Esse dia do Stanley Park foi demais! Uma amiga minha do Brasil tinha um amigo que morava em Vancouver e me passou o contato dele.... Liguei pra ele e combinamos de andar de bike no Stanley Park.... Isso mesmo!!! O parque é enorme e pelo menos de bike ajuda, além de ser maravilhoso andar de bike, né?! Eu amo!


Mesmo no frio, vamos que vamos! Passamos pelo símbolo das Olimpíadas de Inverno, que está no começo desse post, mas vou por aqui a outra com o meu amigo ao lado.


Andamos muito... O parque é simplesmente lindo!









Quem não puder ir de bike, vale muito o passeio a pé também!


A Catedral Metropolitana de Nossa Senhora do Santo Rosário, comumente conhecida como a Catedral do Santo Rosário, é uma igreja de reavivamento gótico francês do final do século XIX que serve como a catedral da Arquidiocese Católica Romana de Vancouver. Ele está localizado na área do centro da cidade na intersecção das ruas Richards e Dunsmuir. 

A construção da catedral começou em 1899 no local de uma igreja mais antiga com o mesmo nome. Abriu na festa da Imaculada Conceição em 8 de dezembro de 1900, foi abençoado no dia seguinte e foi consagrado em 1953. O estilo foi descrito como semelhante à Catedral medieval de Chartres, na França. A igreja foi elevada ao status da catedral em 1916. É alistada no registro do Heritage de Vancouver e é um edifício protegido legalmente.


>Victoria, Capital da BC

Victoria é uma capital da província canadense de Colúmbia Britânica. Está localizada no sul da Ilha Vancouver. Sua população é de aproximadamente 78 mil habitantes, com cerca de 330 mil habitantes na região metropolitana. Uma principal fonte de renda da cidade é o turismo, tendo mais de 3.65 milhões de turistas que injetam mais de um bilhão de dólares na economia local. Victoria é um porto de navios-cruzeiro, onde os navios-cruzeiro param no terminal de Ogden Point. A cidade também se beneficia de sua proximidade ao Canadian Forces Base Esquimalt, uma base marítima principal no Pacífico canadiano. O centro de Victoria possui muitos clubes noturnos, teatros, restaurantes e bares onde ocorrem grandes eventos para eventos regionais. Em particular, os fogos do Canadá Day e o Symphony Splash, um conjunto de concertos que atrai milhares de habitantes da Grande Vitória.


No próprio curso de inglês, tinha excursão (paga, claro) para Victoria... E eu já tinha ouvido muito falar de lá... que é uma gracinha e blá blá blá... então não podia perder a oportunidade! Peguei um sábado e fui. E é tudo que me disseram e mais um pouco! Fomos de ferry boat e conheci 2 pessoas muito legais, que ficamos juntos a viagem inteira!


Depois deixaram a gente na cidade e marcaram um ponto de encontro.... Rodamos quase a cidade inteira!!!! 










>Whistler
Whistler é uma cidade estância do Canadá. Está localizada ao sul dos Pacific Ranges das Montanhas Costeiras, na Colúmbia Britânica, cerca de 125 km ao norte de Vancouver. Possui uma população fixa de pouco menos de dez mil habitantes, além de habitantes temporários durante o período de esqui, tipicamente compostos por jovens da Austrália e do Japão.

Cerca de dois milhões de pessoas visitam o local anualmente, principalmente para praticar esqui alpino e mountain biking em Whistler-Blackcomb. Durante os Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, Whistler sediou a maioria dos eventos alpinos e nórdicos.


Eu fui à Whistler com um amigo turco que eu conheci no colégio... Fomos de ônibus, sem excursão do colégio (nosso colégio tinha várias excursões, inclusive uma para lá, mas optamos por ir por nossa conta). Compramos as passagens no Greyhound, uma empresa que faz esse translado... Claro que eu não me lembro quanto pagamos! rs

Chegando lá, ficamos encatados com a cidade! É linda! E com o frio! Tava de rachar!!! Inclusive tivemos o privilégio de ver nevar! Primeira coisa que fizemos foi entrar no Starbucks e comprar qualquer coisa pelando para esquentar as mãos!




A segunda coisa que fizemos, foi ir no Peak 2 Peak. O Peak 2 Peak Gondola é uma gôndola tri-cabo que liga Whistler Mountain Roundhouse Lodge com Blackcomb Mountain Rendezvous Lodge. É o primeiro elevador para juntar as duas montanhas lado a lado. Possui registros mundiais para o maior espaço livre entre torres de rodovias - 3,03 quilômetros (1,88 milhas) e ponto mais alto acima do solo - 436 metros (1,430 pés). O Peak 2 Peak Gondola é o primeiro Doppelmayr "3S" tri-cabo elevador na América do Norte; Existem na Europa quatro ascensores similares, mas de menor dimensão, construídos em 1991, 1994, 2002, 2004 e 2010 na Suíça, Áustria, França e Alemanha. Whistler-Blackcomb promoveu a gôndola como uma atração icónica e usado para transportar esquiadores nos meses de inverno, bem como turistas durante todo o ano.






Tava frio não, po... tranquilo.... e lembrando... eu tenho medo de altura, ok? Mas ainda assim foi mto legal!






Almoçamos por lá mesmo, num restaurante que tem lá em cima e se não me engano comemos sanduíche. Até para fugir do frio!!!




Depois descemos e fomos para um "brinquedo" que era uma boia e a gente descia uma "montanha". Se não me engano também, chama tube park. 





Em algum momento, eu escorreguei na neve e meu muy amigo tirou foto... mas eu não podia perder a oportunidade de sorrir né?


Voltamos e demos uma volta na cidade própriamente dita, que parece cenográfica...







Aproveitei as Olimpíadas de Inverno para tirar foto....


Comemos novamente, dessa vez na cidade e depois fomos embora. Acho que pegamos o ônibus de 19:00. 

Foi muito legal! Super recomendo que quem for à Vancouver, dê um "pulinho" em Whistler!


>>Finalizando

Essa viagem foi muito especial pra mim pois foi a primeira viagem grande (internacional) que eu fiz e sozinha! Na cara e na coragem! Conheci muita gente legal, aprendi bastante coisa, descobri que meu inglês estava muito melhor do que eu pensava... Me virei super bem (pelo menos eu acho né?! rs).

E aí? Gostaram??

Me acompanhe no instagram! @maquiadoraviajante 

See you soon!!!!